©2020 ABRAF

IV CONGRESSO NACIONAL DE ANTROPOLOGIA FORENSE

.

Em breve nova data
Universidade Tiradentes - Unit / Campus Farolândia - Aracaju - SE

1. Orientações gerais sobre os trabalhos a serem enviados

 

 

 

1.1. Antes de realizar a submissão do resumo, o apresentador do trabalho, primeiro autor, deverá estar devidamente inscrito no IV CONAF, para que seu resumo possa ser avaliado pela comissão organizadora. 

 

1.2.  As submissões de trabalho serão avaliadas anonimamente por membros da Comissão Científica do IV CONAF, distribuídos por sorteio, de acordo com ordem de envio dos trabalhos, sendo que após a avaliação, os resultados serão encaminhados ao coordenador da Comissão Científica.  

 

1.3. O ineditismos dos trabalhos é de responsabilidade dos autores, sendo imprescindível que todos os trabalhos enviados para avaliação no IV CONAF sejam inéditos, e ainda não tenham sido apresentados ou publicados em anais de eventos ou revistas científicas.

 

1.4. Todos os trabalhos enviados devem seguir as normas padrão e apresentar critérios metodológicos científicos adequados e atendidos, conforme descritos nessa norma. 

 

1.5. As pesquisas com seres humanos ou animais devem ser aprovadas por um Comitê de Ética em Pesquisa, de acordo com a Resolução 466/2012 e complementares do Conselho Nacional de Saúde, MS, e esta aprovação deve ser declarada no item Métodos.  Trabalhos de relato de caso que não foram submetidos ao Comitê de Ética devem ter a aprovação da Instituição na qual o mesmo foi realizado, para a apresentação, em documento escrito e digitalizado. 

 

1.6. Trabalhos envolvendo pesquisas com seres humanos devem encaminhar cópia da aprovação em CEP (Comitê de Ética em Pesquisa). Relatos de caso que exponham a identidade dos participantes, devem encaminhar a autorização para uso de imagem.

 

1.7. Cada participante poderá apresentar no máximo 02 (dois) resumos para avaliação pela Comissão Científica.

 

1.8. Será considerado o número máximo de participantes por trabalho: 06 (seis), incluindo apresentador, coautores e orientador.

 

1.9. Os certificados dos trabalhos apresentados estarão disponíveis no site da ABRAF em até 30 dias após o evento.

 

1.10. Todos os resumos aprovados, cujos trabalhos forem devidamente apresentados, serão publicados  em periódico com ISSN e Qualis a ser divulgado em breve.

 

1.11. Apresentador e coautores, desde já, autorizam a revista a publicar foto e resumo do trabalho em qualquer meio ou via de divulgação nacional e internacional, não cabendo qualquer direito autoral ou sobre o uso de imagem, respeitando a citação dos nomes dos autores, coautores e orientador. 

 

1.12. Os trabalhos aprovados NÃO serão corrigidos ou revistos pela Comissão Científica do Congresso e deverão ser publicados exatamente na forma como submetidos, sendo de exclusiva responsabilidade dos autores a correta redação.

 

1.13. A comissão científica não emitirá justificativas para trabalhos não selecionados e Os resultados da seleção e da premiação não são passíveis de discussão e/ou reconsideração.

 

1.14. As dúvidas que surgirem, casos omissos ou questionados serão dirimidos pela Comissão Científica do IV CONAF. 

2. Categoria dos trabalhos e premiações

2.1. Todos os resumos serão inicialmente submetidos para a categoria Pôster, sendo que até 10 resumos serão selecionados pela Comissão Científica para serem apresentados como Comunicação Oral, considerando seu destaque pela qualidade técnico-científica.  

 

2.2. Os trabalhos aprovados na categoria Pôster concorrerão a seis (6) menções honrosas, independentemente da categoria de inscrição do apresentador.

 

2.3. Os trabalhos com aceite para concorrer na categoria Comunicação Oral concorrerão a três (3) menções honrosas, independentemente da categoria de inscrição do apresentador.

3. Temas dos trabalhos

3.1. Os trabalhos poderão ser de pesquisa, relato de caso ou revisão de literatura, devendo contemplar objetos de estudo relacionados com a Antropologia Forense, especialmente nas seguintes temáticas:

  1. Antropologia Forense

  2. Medicina Legal aplicada à Antropologia Forense. 

  3. Odontologia Legal aplicada à Antropologia Forense. 

  4. Arqueologia Forense. 

  5. Entomologia Forense. 

  6. DNA e Antropologia Forense. 

  7. Toxicologia Forense.

  8. Paleopatologia e Patologia Forense. 

  9. Psiquiatria Forense. 

  10. Perícia de local e Antropologia Forense. 

  11. Perícias em imagens na Antropologia Forense.

​4. Das regras para confecção do resumo

 

 

4.1. O resumo deverá ser redigido em português do Brasil, segundo as normas gramaticais e ortográficas vigentes e as regras determinadas por este edital. 

 

4.2. O conteúdo não poderá fornecer informações que permitam identificar os autores. Os resumos deverão ser enviados até o dia (xx de xxxxxxxx de 2020) para o e-mail: conaf@antropologiaforense.org.br  O local e horário de exposição e apresentação dos trabalhos estarão disponíveis on-line no link “Trabalhos aprovados”, a partir de 06 de abril de 2020, no site da ABRAF. 

 

4.3. O uso de abreviaturas será restrito àquelas já identificadas anteriormente por extenso no texto do resumo. 

 

4.4. Caso necessário, gênero e espécie de seres vivos deverão ser grafados conforme normas internacionais. 

 

4.5. Não será permitida a utilização de ilustrações (gráfico, tabela, quadro, etc.) no resumo. Para a análise e seleção dos trabalhos, somente será considerada a parte textual do resumo. 

 

4.6. As referências consultadas NÃO deverão ser enviadas no resumo, mas deverão ser obrigatoriamente expostas durante a apresentação dos trabalhos, no formato ABNT. 

 

4.7. Apresentação geral do resumo:  Os textos devem ser apresentados como arquivo elaborado no programa Word for Windows, escritos em língua portuguesa, em fonte Arial, tamanho 11, espaçamento de 1,5 entre linhas, margens de 3,0 cm em cada lado. Os textos devem ter no máximo 1 lauda, com o máximo de 250 palavras. Os resumos devem conter as seguintes partes: título, autores e texto descrevendo o trabalho conforme orientações abaixo:

 

4.7.1. Título 

Deve vir em negrito, centralizado, fonte Arial, tamanho 12 e em caixa alta, com, no máximo, 20 palavras, em caixa alta. 

 

4.7.2. Autores e Vínculo Institucional:

O nome completo do (s) autor (es) deve vir logo abaixo do título, centralizado(s), em itálico e com indicação de titulação e instituição a que pertence (em). Para submissão do resumo é necessário informar a instituição de cada participante. Também junto com essas informações, deve constar o endereço eletrônico do autor principal. Os nomes dos autores devem ser colocados na sequência: autor principal, coautores e orientador(es). 

 

4.7.3. Resumo:

O resumo, posicionado logo abaixo do nome do (s) autor (es), deve ser conciso e digitado de forma contínua e sem parágrafos. Deve conter, em no máximo 250 palavras, as informações mais relevantes sobre introdução, objetivos, métodos, resultados e conclusões do trabalho. Os itens devem estar destacados em caixa alta, em negrito e seguido de dois pontos. Exemplo: “INTRODUÇÃO:” e “OBJETIVOS:” Esses itens não deverão estar organizados sob a forma de tópicos e sim em forma de texto corrido. Não será permitida a inserção de figuras, gráficos e tabelas. A organização deve seguir a seguinte orientação:

Pesquisa: Introdução, Objetivo, Metodologia, Resultados, Conclusões.

Relato de caso: Introdução, Objetivo, Relato do caso, Conclusão.

Revisão da literatura: Introdução, Objetivo, Desenvolvimento, Considerações finais.

 

4.7.4. Descritores:

Logo após o resumo podem ser listados até 4 descritores, conforme os Descritores em Ciências da Saúde (http://decs.bvs.br/). Devem ser em caixa baixa e separados por vírgula. 

 

4.7.5. Correção dos resumos: Resumos fora das normas retornarão aos autores para adequação, caso possam ser aceitos mediante modificações. Resumos fora das normas, com aspectos metodológicos questionáveis e/ou fora do escopo da temática do evento terão sua submissão negada.

​5. Normas para a confecção de pôster

5.1. O pôster deverá ser autoexplicativo, obedecendo à dimensão total de 90cm de largura x 120cm de altura, tipo banner (pôster com dimensões fora do padrão definido terá comprometida a sua avaliação, podendo não ser afixado), com suporte para fixação em PVC e cordão.

 

5.2.  Os painéis deverão apresentar letras visíveis a uma distância de pelo menos 1 metro.

 

5.3. A organização do evento indicará o local, data e período em que o pôster ficará fixado.

 

5.4. O apresentador é responsável pela colocação e retirada do pôster no local da exposição, cujo espaço estará identificado, bem como pelos materiais para fixação do seu trabalho. A retirada do pôster só poderá ser feita ao término do horário da apresentação. A comissão organizadora não se responsabilizará pelo pôster que não for retirado no final do turno destinado à apresentação.

 

5.5. Não haverá momento de arguição pela comissão avaliadora. Por esse motivo, ressalta-se o caráter auto-explicativo do pôster, para que o mesmo possa ser adequadamente avaliado. Contudo, o apresentador deverá estar presente junto ao seu trabalho durante todo o horário  reservado para sua exposição, de maneira a tirar alguma dúvida do público presente. A ausência do apresentador durante o horário de exposição do seu pôster o desclassifica para a concorrência à menção honrosa, bem como à certificação de apresentação do trabalho, mediante decisão da comissão avaliadora.

 

5.6. Nas primeira e segunda linhas devem constar, de forma centralizada no painel, em toda sua extensão, o título do trabalho (informativo e breve, escrito em letras maiúsculas e negrito); o(s) nome(s) do(s) autor(es) e apresentador sublinhado, sua(s) respectiva(s) instituição(ões) e o e-mail do primeiro autor ou de um dos autores, entre parênteses.

 

5.7. O painel deve ser o modelo apresentado no site pelo IV CONAF. 

 

5.8. Quando aplicável, a menção às agências financiadoras deverá ser feita ao final do texto.

 

5.9. O pôster deve seguir a seguinte estrutura, contendo os itens:​

Pesquisa: Introdução, Objetivo, Metodologia, Resultados, Conclusão e Bibliografia.

Relato de caso: Introdução, Objetivo, Relato do caso, Conclusão e Bibliografia.

Revisão da literatura: Introdução, Objetivo, Desenvolvimento, Considerações finais e Bibliografia.

​6. Normas para comunicação oral

 

6.1. Os trabalhos aprovados na modalidade de comunicação oral deverão ser apresentados por um dos autores, devidamente inscrito no Congresso, em dia e hora a serem divulgados pela Comissão Científica.

6.2. O apresentador deverá apresentar-se ao coordenador de sala 10 minutos antes do horário programado e divulgado.

 

6.3. O apresentador terá 10 minutos para a apresentação do trabalho e 5 minutos para debate, totalizando 15 minutos.

 

6.4. A infraestrutura disponível para a apresentação será: um computador, projetor multimídia, e tela para projeção. Outros equipamentos ou ferramentas deverão ser trazidos pelo apresentador.

 

6.5. As apresentações orais devem conter os seguintes itens, de acordo com o tipo de trabalho: 

Pesquisa: Introdução, Objetivo, Metodologia, Resultado, Discussão, Conclusão e Bibliografia.

Relato de caso: Introdução, Objetivo, Relato do caso, Conclusão e Bibliografia. 

Obs: Não serão aceitos projetos incompletos ou em andamento nesta modalidade, com conclusões do tipo: os dados ainda serão analisados ou as análises ainda estão sendo feitas.

 

6.6. As apresentações orais devem ser montadas no slide padrão, apresentado pelo IV CONAF, no site da ABRAF.

*O edital está sujeito a alterações*

Baixe os arquivos para as apresentações
Pôster                                                                     Comunicação oral
                                    
                                             EM  BREVE!